quinta-feira, 20 de junho de 2013

Eu tristemente revoltada

O facto de andar sem o meu verdadeiro telemóvel não me facilita nada a vida, nem a saúde e o bem estar do meu blog e por quê, perguntam-se vocês. Passo a explicar... não sei se já referi mas eu sou assim daquelas pessoazinhas que tem aquela característica fantástica, aquela que se manifesta quando tenho que ir à cozinha beber água e chego lá e volto para trás por não me lembrar do que ia fazer; outro exemplo dessa manifestação é quando abro uma página no Google para pesquisar algo e o meu cérebro decide congelar ao ponto de eu dizer (em voz alta) diversas vezes ''como é que se chama?''. Isto tudo para dizer que sou uma esquecida do pior, e quando acontece algo realmente relevante e/ou engraçado ao ponto de eu colocar aqui no meu cantinho e até digo com entusiasmo:


Chego a casa sento-me ao computador e aquela coisa super relevante e engraçada passou disso a um completo vazio branco dentro da minha cabeça. BOA ROSA, BOA!
E por não ter telemóvel onde apontar as novidades enquanto me lembro delas é que ando tão triste e estranha.

Será que é mesmo por essa razão?

12 comentários:

  1. Isso acontece-me frequentemente também xD
    Às vezes penso em algo realmente fantástico e quando chego a casa já nem me lembro de metade das ideias...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohhh, isso quer dizer que não estou sozinha no mundo?

      Eliminar
  2. Isso deve ser Alzheimer. Ou então é lagarta que te anda a comer a abóbora de dentro para fora. Eheheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem percebi o que querias dizer, deve ser o meu ''odiozinho por ti'' que não me deixa...

      Eliminar
  3. Respostas
    1. mais uma maravilhosa criatura como eu, fantástico.
      vamos dominar o mundo xD

      Eliminar