terça-feira, 15 de outubro de 2013

Fome.

Pelo que já devem ter percebido (ou não, tendo em conta que eu decidi abandonar-vos durante toda a época balnear e por aí fora) eu não estou a viver no mesmo sítio, nem com as mesma pessoas que estava anteriormente.
Ahhhhh pois é bichinhos, aqui a pita (sim, eu) saiu de casa... Opa, não pensem já que sou rebelde e me aventuro à toa a viver sozinha e essas cenas todas. Até porque não é bem assim, eu simplesmente vim para a universidade (desculpem a desilusão, eu sei que gostaram da minha faceta de Bad Ass por 2 segundos).
Isto tudo para dizer que TENHO SAUDADES DAS TORRADAS DA MINHA MÃE!

Pareço uma desgraçada a comer cereais ao jantar e afins. ''E porque é que não fazes como as pessoas normais do mundo, que confecionam uma refeição Catarina?'' Eu tenho medo meninos, eu temo pela minha vida. Até porque se pensarem bem nos perigos da cozinha aplicados numa pessoa normal, pronto nem é assim nada de outro mundo, agora pensem lá novamente nos perigos mas desta vez em vez da pessoa normal, coloquem-me nesse lugar.
Ah pois é, eu bem vos disse. Já viram se eu incendeio a cozinha, ou intoxico a comida ou queimo um dedo, ou ponho o meu cabelo em chamas. Cozinhar já não vos parece uma solução muito viável, pois não?

O pior mesmo é que eu achava-me perfeitamente capaz de o fazer, até à uma semana atrás quando fiz ovos mexidos e aquilo estava tão, mas tão horrivelmente salgado que ia-me dando uma coisinha má.
Se os comi? Claro que sim, sou bastante orgulhosa. Mas não prometo que tente novamente faze-los.

5 comentários:

  1. tenho fome. agora quero comer torradas. raios.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. desculpa ser má pessoa ao ponto de te deixar com fome :/

      Eliminar
  2. quando voltares a casa da mama, pede a ela para te ensinar a fazer umas comidas basicas, nao podes passar a vida a comer torradas

    ResponderEliminar
  3. nao sejas orgulhosa para coisas que não te trazem benefícios

    ResponderEliminar